• Pullips
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000001_zps3f1d850a.png
    Clique e conheça mais sobre estas encantadoras dolls! Leia Mais...
  • Rainbow Cupcake
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000002copy_zps036529c7.png
    Aprenda aqui como fazer a lendária receita de cupcake arco-íris! Leia Mais...
  • Backstreet Boys
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000005_zpsb518dd09.png
    Leia neste post como esta incrível banda faz parte da minha vida há mais de uma década e a minha saga para conhecê-los! Leia Mais...
  • Britney em imagens raras
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000004_zps8cfbd2dd.png
    Veja aqui imagens raras de Britney Spears em sua trajetória pessoal e profissional. Leia Mais...
  • Salvador
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000006_zpscada8fdb.png
    Veja aqui imagens desta terra encantadora e cheia de luz! Leia Mais...

12 janeiro 2012

Chove.

Chove torrencialmente por aqui. Minha mãe não pára de me ligar, morrendo de medo da chuva. A internet não conecta e, por isso, estou escrevendo no bloco de notas.

Já passa das 7:30 da noite e Dudu só volta do trabalho depois das 9:30. Isso, porque terá que passar no mercado pra compar um ventilador pra tentar secar a parede do nosso quarto, depois de tanta chuva (e mofo até na minha alma).


Preciso de sol. Não sou como meus hamsters que estão indiferentes mesmo com a chuvarada e o vento uivante lá fora. Preciso de sol pra aquecer não só as paredes do meu quarto, mas dentro de mim, que estou cansada de ver no tempo uma extensão de muitos dos meus sentimentos.

Chuva me lembra lágrima. Tempo fechado me dá tédio, me angustia.

O sol, quando vem, ilumina a paisagem, deixa a vida com cara de verão e férias, mesmo na sala fechada do trabalho, com milhões de assuntos pra resolver.

Chuva é para mim como lágrima mesmo. Lágrima que vem pra dar alegria, pra emocionar, não pra destruir ou trazer dor. Chuva para refrescar é como chorar de tanto rir.

Mais e mais casos tristes na tv sobre a devastação da chuva. Não gosto quando o tempo exterioriza nossas dores mais escondidas, trazendo-as à tona e nos deixando vulneráveis...

Quero sol pra espantar meus medos, minha tristeza, os maus pensamentos.
Quero sol pra trocar o casaco de moleton acinzentado por blusas coloridas e um sorriso. Quero me livrar do guarda-chuva como alguém que abandona o lenço, porque parou de chorar e acalmou o coração.

Quero voltar a sorrir. Sorrir com o sol.

Com carinho,

Naná.

2 comentários:

Lalah Melo disse...

Ai mana, como sempre vc é minha autora predileta! Texto mais lindo! *-*

E até eu que gosto de uma chuvinha (mas moderada!) estou de saco cheio! Vem solzinho...

Ana Maria disse...

Nossa, mana tô com o saco cheio de chuva...

E o tanto que me faz mal?! Alergia vem quicando! kkkk

Brigada, mana! *_*

Real Time Web Analytics