• Pullips
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000001_zps3f1d850a.png
    Clique e conheça mais sobre estas encantadoras dolls! Leia Mais...
  • Rainbow Cupcake
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000002copy_zps036529c7.png
    Aprenda aqui como fazer a lendária receita de cupcake arco-íris! Leia Mais...
  • Backstreet Boys
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000005_zpsb518dd09.png
    Leia neste post como esta incrível banda faz parte da minha vida há mais de uma década e a minha saga para conhecê-los! Leia Mais...
  • Britney em imagens raras
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000004_zps8cfbd2dd.png
    Veja aqui imagens raras de Britney Spears em sua trajetória pessoal e profissional. Leia Mais...
  • Salvador
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000006_zpscada8fdb.png
    Veja aqui imagens desta terra encantadora e cheia de luz! Leia Mais...

10 fevereiro 2012

Um dia, a nossa hora chega.

Estou escrevendo de um lugar bem incomum e usando o pouco de bateria que ainda resta no celular.

Estou no Terminal olhando a chuva e esperando o ônibus chegar.

E nos meus devaneios um tanto quanto tortos, me veio à cabela a seguinte frase: a hora da gente sempre chega.

Desde por exemplo, a hora de pegar o ônibus, até a hora de casar, de ter um filho, de passar no vestibular... Até mesmo a hora de partirmos.

É interessante pensar que cada pessoa aqui sentada ou passando de um lado pro outro (e cada um de vocês que estiver lendo estas palavras), certamente esperam a hora de algo.

Devem ter os que esperam a resposta da vaga de emprego, outros um resultado de exame, o momento de reencontrar a pessoa amada; outros esperam a chegada do fim de semana e os mais desligados... Estes esperam apenas o ônibus mesmo!

Mas, o mais incrível da vida é pensar que não estamos no mundo em vão e que, mesmo sem esperarmos, a hora pra diversas coisas um dia chega.

Aquele rapaz com quem você nunca foi com a cara? Pode chegar a hora de ele ser o pai dos seus filhos.

Aquela roupa que você estava insegura em usar? Pode chegar a hora de ela ser a mais elogiada da festa!

E aquele mal-estar que você sentiu e achou que estava doente? Pode ter chegado a hora de ser mãe.

(Chegou a hora de passar pro caderno, pois o celular acabou a bateria).

Sempre teremos a chance de ser protagonistas da história de nossa vida e da dos outros, nem que seja uma vez na vida. Inevitavelmente, momentos bons e ruins chegam (muitas vezes sem avisar) e nos surpreendem de tal maneira que, às vezes, nem sabemos o que fazer!

Quem nunca gritou de alegria ao saber que passou no vestibular, chorou pela perda inesperada, se assustou com um comportamento inadequado de alguém, sentiu tremer as mãos quando recebeu o diploma, as pernas quando deu o primeiro beijo de amor... Ou não estava com o dinheiro em mãos, quando o ônibus passou?

O fato é que nunca estamos preparados para enfrentar a vida... Somos, de uma maneira ou de outra, sempre surpreendidos por ela e só passamos a aprender (um pouco) a viver... Vivendo.



Nossos pais sempre nos dizem que sabem viver e que somos imaturos demais. Das duas, uma: ou vivem em uma profunda ilusão de que são sábios ou sabem este segredinho sobre a impossibilidade de se ter controle sobre a vida, mas não nos contam para nos poupar do baque.

Prefiro ficar com a segunda hipótese.

Infelizmente, quando você vive um pouco mais (e tira lições disso) acaba descobrindo que nem aos pais é reservado o direito de saber enfrentar a vida. Com o tempo, você acaba vendo que eles são apenas... Humanos!

Mas isso não pode trazer dor ou surpresa. A sua hora de saber mais este fato sobre a vida chegou e, como em todas as outras horas que chegaram e chegarão, você nunca estará preparado para elas.

Enfim, o que se há de fazer em meio a este caos chamado "vida" é VIVER. Viver da maneira mais leve que puder e fazer da paz interior um constante desafio. O melhor é aceitar o caos e não querer saber quando isso ou aquilo irá acontecer.

Apenas saiba que: um dia, sua hora chega. A hora para sorrir, festejar e também para chorar. 

Por isso, viva! E aguarde plenamente, pois a hora para tudo na vida, um dia chega.

A minha hora de voltar pra casa chegou, depois de mais de uma hora de espera pelo ônibus somada a estes meus devaneios.

Com carinho.

Naná.

20/01/2012   -  16:20h

4 comentários:

Juhjuh disse...

lindo mana, um beijo ;*

Dudu disse...

"Aquele rapaz com quem você nunca foi com a cara? Pode chegar a hora de ele ser o pai dos seus filhos."

Bom, no início não foi muito não, né, mas depois passou, hehehe.

Lindo texto, peta! Espero que a nossa hora de mudanças chegue logo! Faremos o possível para isso.

Te amo para sempre!

Lalah Melo disse...

Mto lindo o post, maninha!
Amei!

SHEYLA - DMULHERES disse...

Adorei seu devaneio, Naná....A hora de todo mundo está certa em algum momento da vida. Eu espero minha hora, um dia chegará, ela tá demorando, mas nesse meio tempo, eu vou vivendo, lutando e aprendendo. Amei o post. Muita coisa que vc disse, eu penso da mesma forma.
Bjos, bom final de semana

Sheyla.

Real Time Web Analytics