• Pullips
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000001_zps3f1d850a.png
    Clique e conheça mais sobre estas encantadoras dolls! Leia Mais...
  • Rainbow Cupcake
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000002copy_zps036529c7.png
    Aprenda aqui como fazer a lendária receita de cupcake arco-íris! Leia Mais...
  • Backstreet Boys
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000005_zpsb518dd09.png
    Leia neste post como esta incrível banda faz parte da minha vida há mais de uma década e a minha saga para conhecê-los! Leia Mais...
  • Britney em imagens raras
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000004_zps8cfbd2dd.png
    Veja aqui imagens raras de Britney Spears em sua trajetória pessoal e profissional. Leia Mais...
  • Salvador
    http://i25.photobucket.com/albums/c98/nanadorough/teste000006_zpscada8fdb.png
    Veja aqui imagens desta terra encantadora e cheia de luz! Leia Mais...

Mostrando postagens com marcador kawaii. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador kawaii. Mostrar todas as postagens

23 outubro 2012

Coceira cognitiva + vomitei um arco-íris: Ice Cream

Oi, gente!!!

Hoje venho com uma coceira cognitiva fofinha!

É a nova música da Hyuna: Ice Cream!




(Daí, eu tenho certeza que 90% dos que lerem este post vão perguntar: QUEM É HYUNA?!)

Bom, eu explico: Hyuna (nascida "Kim Hyun Ah") é uma cantora sul-coreana que faz parte de um grupo feminino POP chamado "4minute". Além disso, ela já foi integrante de um dos mais populares grupos POP da Coréia do Sul, o "Wonder Girls".

Não posso ver a Hyuna nesse clipe e não me lembrar da minha filhota Dulce Maria...





Quer saber por quê? Então chega de suspense e vamos ao clipe que tem a participação mais que especial do Psy! (Sim, aquele do "Gangnam Style)!


"Ahhhh... Ela é aquela garota do clipe do Psy!" (Muitos devem ter concluído).

Sim! É ela mesma! Ligou o nome à pessoa?!
 


Bom, espero que tenham gostado!
Com carinho.

08 outubro 2012

Coceira cognitiva: PONPONPON

Oi, gente!

A seção: "Coceira cognitiva" voltou!

Pra quem não sabe que poha é essa do que se trata, clique aqui.

Minha dica de coceira cognitivade hoje vem lá da "terra do sol nascente"...

É a grudenta e, pra mim, muito fofinha Ponponpon, da Kyary Pamyu Pamyu, blogueira de moda que ficou famosa por conta do lançamento de uma linha própria de cílios postiços (?). 

Essa é a Kyary

E estes são os tais cílios postiços chamados de "Harajuku Doll Eyelashes by Eyemazing x Kyary". Engraçado que os das Pullips são beeem parecidos com estes.

Pra mim, a Kyary é uma Pullipzinha que tomou vida.

Acho que se Aurora ou Dulce tomassem vida, sairiam cantando "Pon Pon way Ponpon" por aí!

(A Lola não, porque acho muito biscatinha pra ser tão kawaii... Desculpa, filha!).

Então, mas voltando ao assunto da música, Ponponpon (2011) foi seu primeiro single e já tornou-se um viral.

Motivos?

Veja o video e tire suas conclusões!



Se mesmo terminando de ver o video, o refrão continua na sua cabeça, não me culpe!

Eu te avisei que seria uma coceira cognitiva!

Com carinho,

Naná.


11 setembro 2012

Pullip Naomi e Melissa juntas!

Oi, peeps!

Como vão?!

Espero que bem!

As lucky stars andam de vento em popa! Já passei das 100 e tô postando algumas fotinhas delas no meu Insta (@nanadorough) que você pode acompanhar aqui do lado direito do blog!

Well, ando numa fase totalmente "thinking about everything" que pra mim é algo horroroso, porque a cabeça não desliga nem meio segundo...

Assim sendo, preciso de algo que faça minha cabeça relaxar totalmente e nada melhor pra isso do que fotografar!

Fotografar as minhas Pullips é melhor ainda!

E por que a fotografia?

Em termos práticos, preciso de:

- uma pré-produção (ou seja: arrumar figurino pras meninas, decidir o cenário, "caçar" uma iluminação minimamente decente e um argumento pras fotos);

- o ensaio em si (em que geralmente tenho que ficar em posições quase olímpicas pra capturar o melhor ângulo de "mocinhas" tão pititicas),
- a pós-produção (em que preciso abrir o Photoshop e muitas vezes recriar fotos bacanas, mas que ficaram com má iluminação ou tremidas)...

(Além de arrumar toda a bagunça, pois espalho roupa delas por todos os cantos do sofá! kkk).

Isso distrai minha mente que é uma maravilha!

E há uns bons meses eu não tirava fotinha delas (a não ser no Insta, mas isso não conta).

Bom, costumo postar meus ensaios no Flickr, mas lá há uma política digamos "silenciosa" dos usuários de que não é legal ficar postando foto demais...

Então, pensei: O último ensaio das meninas ficou tão legal que gostaria muito de dividir com vocês! Por isso, estou hoje aqui!

Com vocês, Aurora Maria (Pullip Naomi - Novembro de 2010) e Lourdes Maria, a "Lola" (Pullip Melissa - Agosto/ 2010).








Gostaram?

Espero que sim!

Beeeijos!

Com carinho.

Naná.

04 setembro 2012

Criatividade+papel=Lucky Stars

Olá, peeps!

Como vão?!

Pois é... Tarra passando aqui pelo blog (afinal, ele insiste em aparecer no meu navegador, quando digito a letra "n" na barra de endereços - kkkkk) e vi que minha última postagem foi em... julho!

Que isso! Como assim?! Pode não! Ainda mais quase chegando nos 32 mil acessos!

Tenho coisinhas bem fofuchas e legais pra postar aqui, mas a preguiça não deixa de jeito nenhum!

Nem é preguiça, vai... Tô meio de férias da web.

Arranjei uma dor insuportável no braço e nas mãos que quase fui parar no hospital! Mas como vocês sabem, eu detesto hospital e melhorei depois que tirei férias de computador e só ando usando pra trabalhar mesmo.

Então, eu amo internet.

Mas amo inifnitamente mais os meus braços e minhas mãos e decidi optar por eles.

Bom, mas não foi pra reclamar doença que eu voltei.

Voltei pra mostrar minha mais nova mania (OLD na internet, but GOLD) e que talvez muitos de vocês não conheçam: Lucky Stars.

Que que é isso?

Well, comecemos literalmente do começo.

Eu queria fazer flores de tecido.

Fui ao You Tube procurar um "tutô" bacana e achei a técnica do Oriruno (que a grosso modo seria o Origami em tecido).

Como não tenho, assim, tanta habilidade com ferro de passar roupa (e percebi que precisaria de um para "vincar as dobras"), acabei costurando flores de tecido do modo tradicional fofinho que eu já sabia mesmo (e que não vou mostrar porque... Ah, não sei o porquê, mas não vou mostrar!).

Ok, e que que as tais "Lucky Stars" tem a ver com isso?

Então, daí retomei minha antiga (e frustrada) paixão: O Origami... E nestas buscas "You Tubeanas" encontrei as Lucky Stars que me encantaram.

Bem, as Lucky Stars são estrelinhas feitas a partir da dobradura de tiras de papel.
Estas são algumas que eu fiz e postei no meu Insta (@nanadorough).

Estas tiras podem ser compradas prontas em lojas de produtos orientais (eu sinceramente não procurei se tem aqui em Uberlândia) ou podem ser feitas com papel sulfite ou color plus. (As medidas que eu uso, passo daqui a pouco).

Fodem com seu dedo São uma terapia viciante!

Quando você consegue fazer a primeira, não consegue mais parar (e é nessa hora que você fode com a ponta dos polegares e indicadores). E o esforço vale a pena, pois ficam lindinhas juntas e servem como decoração e como presente de casais apaixonados, pois demontram que você ama e se preocupa com seu amor...

Agora, se você não está dando as estrelas de presente, então elas podem ser usadas ​​para fazer um desejo.

Dizem que se você fizer 1000 estrelinhas, tem direito a fazer um pedido. (Logicamente, já estou fazendo as minhas, apesar de nem ter chegado a 100 ainda).

Há outros significados atribuídos a elas:

1 estrelinha: O único

2 estrelinhas: Casal feliz

9 estrelinhas: Amor duradouro

55 estrelinhas: Te amo sem arrependimentos

99 estrelinhas: Que a amizade / amor dure para sempre

101 estrelinhas: Você é o único

365/366 estrelinhas: A bênção para o ano todo

520 estrelinhas: Eu te amo

548 estrelinhas: Não consigo parar de te amar

 Há ainda um outro significado belíssimo que une a produção da estrelinha a uma espécie de "metáfora da vida":

"Começamos nossa vida ''enrolados'' (como o nó inicial); e temos um longo caminho a percorrer (a tira comprida do papel). A medida que caminhamos, descobrimos que sempre somos levados para uma direção certa, cabe a nós fazer os ajustes e não perder o objetivo de vista (temos que manter o papel sem folgas a medida que enrolamos e caminhamos). No final, tudo se encaixa (a ponta final), e, mesmo que a vida apresente dificuldades (os beliscões), todos podemos atingir nosso objetivo que é ser uma estrela."

Bom, mas como são feitas as estrelinhas?

Não tem muito mistério não.  Até pensei em fazer um tutorial com fotos, mas é tão simples que até uma criança faz. Veja:
Bom, viu o video? Agora vamos às diquinhas!
  1. Use tiras de papel na seguinte proporção: Quanto maior a largura, mais longas devem ser. Por isso, fica minha opção: 0,9cm de largura por 21cm de comprimento.

  2. Não importa como você vai "executar" o lacinho pra fazer o nó no papel. Cada video faz de um jeito (e você, quando fizer, vai ver também que às vezes usará diferentes formas de fazer o nó ). O importante é chegar à forma do pentágono e não perdê-la ao longo da dobradura. (Bem metáfora da vida mesmo: Não importa que rumos você dê a sua vida, desde que chegue ao seu objetivo. Esta significação acabou de sair da minha cabeça! kkk).

  3. Você verá que seus dedinhos sofrerããããão pra "amassar" as pontinhas. O cantinho do meu polegar está roxo! Por isso minha dica é: Evite papéis muito grossos e muita dobradura. Dobrou o suficiente e sobrou papel? Corte e finalize sua estrelinha.

  4. E a última diquinha: Não desanime nas 15 primeiras tentativas fail. No começo realmente não sai nada e dá vontade de desistir... Mas assim como na vida, a gente não pode deisitir nos primeiros obstáculos, pois os ganhos ao se persistir podem ser valorosos! (Mais um dos meus devaneios ao fazer estrelinhas).
Quando você pega a manha de como se amassa as pontinhas, tudo fica fácil, fácil.
Bom, é isso!
Espero que vocês tenham gostado!
No mais, tudo de melhor a todos vocês leitores (e também para os stalkers) e todos os melhores desejos e sonhos realizados!
Com carinho,
Naná.

08 abril 2012

Rainbow Cupcake - Estão servidos?! (Parte 2)

Olá, pessoal!

Conforme prometido, aí vai a segunda parte de nossa "saga"!

Agora, prontinhos (e já comidos! kkkk).

Quem não viu a primeira parte, clique aqui.



Mais 4 bolinhos que colocamos pra assar. Mesmo problema: derramou.
Graaaande problemão! kkkkkk

Não ficou lindo?!


Conforme prometido: a cobertura. 


É muito complexa, por isso você precisa prestar bastante atenção e seguir todos os passos corretamente, senão dá errado, ok?!


Bom, primeiro, despeje o conteúdo de uma caixinha de chantilly (aqueles prontos para bater) no recipiente da batedeira.

Bata em velocidade media à máxima, até ficar beeeem consistente. 

Coloque no saco de confeitar...

Pronto.

Difícil, não?!
Ahuahauahauahaua! 

Daí, como se não bastasse a cor do bolo, coloque mais cor com estrelinhas coloridas ou mesmo "Confeti" (as "pílulas de chocolate").

Não ficaram lindinhos?! 

*_*

Montados. Só um deixamos com o papel, pois (óbvio) que eu quis tirar foto das meninas com ele!

Mordidos. Viu como fica linda a estratificação?!

Hum....

Tirar foto dessas lindezas é compulsório também!

A orgulhosa de Uberlândia.

Orgulhosos. Deu tudo certo.
Muito bom saber que juntos sempre fazemos coisas bacanas!
Quero agradecer ao meu marido querido pelo apoio (de sempre. Não só em cupcakes, mas na vida).


Sem ele, essa belezinha não teria saído (nem tantos outros sonhos teriam se tornado realidade).

*Suspiros*


Bom, mas quem fizer, conta pra mim como ficou! 

Mande seu nome (endereço de seu blog, caso tenha) e as fotos e seu relato de como foi fazer o rainbow cupcake para o nosso e-mail de contato

Eu publico aqui no blog, fazendo um post em homenagem e contando sua experiência!

Abraços!

Com carinho.

Naná.

P.S.: Mais tarde venho desejar "Feliz Páscoa" direito a vocês, tá?!

07 abril 2012

Rainbow Cupcake - Estão servidos?! (Parte 1)

Olá, pessoal!

Feriadão sem Caldas Novas tá rendendo bons frutos, viu?!

Um deles é a realização de um sonho que já vinha "cultivando" há quase 1 ano: Fazer um bolo arco-íris.

Vi isso na internet e pirei. Haveria algo na culinária mais "Naná" que um bolo todo colorido?! Não...

Pois então, virou meta!

E o marido que adora apoiar minhas faltas de noção meus sonhos, comprou os ingredientes e embarcamos na aventura.

Quem me conhece sabe que eu não sou chegada a cozinha, mas neste caso foi por uma boa causa!

Além de ter dado certo, ficou gostoso (um medo nosso, devido ao excesso de corantes) e foi uma experiência de encher os olhos...

Nessa primeira parte, mostraremos até onde o bolinho ficou pronto. Assim que decorarmos, mostramos a segunda parte, ok?!

Não vou ficar dando receita não... Até porque não tem muito mistério. Se eu fiz, qualquer um faz.

Mas se vocês precisarem de mais informações sobre o tema, entrem no blog de minha mana Juhjuh e leiam!

Bora?!

Massinha de bolo de caixinha (isso mesmo, bolo festa) e um início TENSO: Será que vai dar certo?! 


Me, me, me, mexe...

Usamos corantes em gel com nomes bem pitorescos (rs): Pink (ok), Vermelho Natal (Hã?! Tipo, tem vermelho específico pra data?!), Azul Anis (ok) e Amarelo Gema.

Massinha batida e dividida nos potinhos. Prontas para receberem um pouco de cor! 

Tcharaaaaan! Colorimos com o tal gelzinho. Achei o azul beem forte. Pode bater manualmente a massa a vontade com corante, isso não interfere em nada. Pelo contrário, é necessário pro gel ser misturado. 



Como o nosso corante não era com conta-gotas, a medida "olhômetro" que usamos foi a de uma pontinha da faca de cozinha, o que daria a terça parte de uma colher de café.

Nem ficou tão forte ou será que o vermelho do Natal é de fato esse tom salmão?!

Ah, a nossa massa ficou bem firme e pra esse tipo de bolo é assim que tem que ser, senão as cores se misturam.


Chegada a hora de distribuir as partes coloridas da massa nas forminhas. O segredo é não mexer, apenas despejar (com uma colher mesmo) camada por camada! A massa não se mistura sozinha, ok?! Hehehehe

Fizemos uns com três, outros com as quatro... E aloka aqui fez um com sei lá quantas! Ficou psicodélico! kkkkk



Cada uma ficou num padrão. Não fotografamos a montagem porque além de ter sido um momento TENSO, fizemos muita lambança! A pia ficou repleta de respingos coloridos!

Faltaram só os Ursinhos Carinhosos pra completar a cena! Muahahahahah!

Bom, mas brincadeiras à parte, se seu marido ou quem mora com você é assim um pouco mal-humorado ou odeia bagunça, não faça esta brincadeira culinária.

Afinal, suja muita louça, como vocês podem ver na imagem (mas bota "muita louça" nisso) e desperdiça bastante massa (já que a transposição se dá da batedeira pros potinhos e destes pras forminhas).

Ah, falando em forminhas, estas são de papel e estão dentro de uma outra de alumínio que tínhamos aqui pra Petit Gâteau e que serviu como uma luva!

Ver as cores é algo compulsório.

Parece que dá mais e mais vontade de sair despejando só pra ver  aquele balé de manchinhas coloridas sobrepostas... *_*

De várias formas...

Cores...

E tons! Porém, não vá se animar muito e encher a forminha, senão...

Depois de 1h de forno... Putz, f*deu! Derramou! E agora?!

Calma, relaaaaaxa... Só cortar, comer e admirar o quanto ficou lindo!

Arestinhas "classe A"! kkkkkkkk


O amarelo com tom de rosa tá parecendo que recebeu brush do Photoshop! kkkk

Mas, na boa, não ficaram lindos?!

Já que o bolinho esfriou, vamos tirar um do papel pra ver como ficou. Porque eu não vou aguentar esperar cobertura nenhuma não! 

Olhem só como ficou lindo o papel! *_*

E ele sem o papel ficou assim! Vamos ver por dentro?!



Não é porque está lindo que esteja ruim! Ficou de fato gostoso, sem gosto de corante, nem nada!





Cortadinho em mais fatias.

*________________________*

Liiiiiindo! *_*


Vou ficando por aqui, enquanto como minha amostrinha.

Mais tarde, não percam a segunda parte, ok?!
Isso se a gente não ficar com preguiça e comer todos como estão!
Abraços.

Com carinho.

Naná.
Real Time Web Analytics